Manaus, quarta-feira 10 de agosto de 2022
EnglishPortugueseSpanish
EnglishPortugueseSpanish
booked.net
EnglishPortugueseSpanish

Pastor que orou pela morte de Paulo Gustavo é condenado por homofobia

EnglishPortugueseSpanish
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

*Da Redação do Dia a Dia Notícia 

O Tribunal de Justiça de Alagoas (TJ-AL) anunciou, nesta quarta-feira (27/4), a condenação do pastor José Olímpio pelo crime de homofobia praticado contra o ator e humorista Paulo Gustavo. Em abril de 2021, o líder religioso afirmou estar “orando pela morte do ator”, que lutava contra complicações da Covid-19 e morreu, aos 42 anos, em 4 de maio do mesmo ano.

“O pastor José Olímpio prestará serviço à comunidade pelo tempo da pena, durante seis horas semanais e pagará 30 salários-mínimos, que serão revertidos para grupo ou organização não governamental de Alagoas com atuação em favor da comunidade LBGTQIA+”, explicou o comunicado oficial.

À época, o pastor José Olímpio apagou a postagem, pediu desculpas e entregou o cargo. Ele foi denunciado por praticar discriminação ou preconceito de raça, cor, etnia, religião ou procedência nacional — racismo.

“No caso em apreço, diante das evidências existentes nos autos, da foto escolhida para a postagem e do reconhecimento nacional do qual gozava o ator, inclusive por seu engajamento na pauta da comunidade LGBQTIA+, o tom discriminatório é cristalino, motivo pelo qual resta demonstrada que a conduta preconceituosa foi feita em virtude da orientação sexual do senhor Paulo Gustavo”, diz o magistrado, em trecho da decisão.

*As informações são do Metrópoles

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Entre no nosso Grupo no WhatsApp

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o WhatsApp do Portal Dia a Dia Notícia e acompanhe o que está acontecendo no Amazonas e no mundo com apenas um clique