booked.net

Governo de Portugal facilita visto para estrangeiros em busca de trabalho

Também foram facilitadas regras para emissão de visto de residência
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram
 O governo de Portugal aprovou ontem (15), no Conselho de Ministros, uma nova tipologia de visto, destinada à procura por trabalho. O documento, segundo a imprensa internacional, facilita a entrada em território português de pessoas estrangeiras que queiram trabalhar lá por, no máximo, seis meses.

Também deve ficar mais ágil o processo de retirada de visto para estrangeiros que cursam o ensino superior e desejam trabalhar em Portugal. “Passa, sobretudo, a haver uma facilitação na emissão dos vistos”, afirma o jornal TSF.

O intuito, de acordo com outros periódicos portugueses, é suprir a escassez de mão-de-obra no país. No entanto, o governo nega estar em busca de “mão-de-obra barata”. Segundo Ana Catarina Mendes, ministra-adjunta e dos Assuntos Parlamentares, a intenção é, inclusive, aumentar o salário mínimo “para todos os que aqui cheguem e que aqui estão”.

Visto de residência

Além disso, o governo português decidiu autorizar a concessão de estadia temporária ou de visto de residência para o exercício de atividade subordinada ou independente aos profissionais que prestem serviço remoto fora do país, os chamados “nômades digitais”.

Legalizar família

Outra novidade anunciada foi de que os cidadãos estrangeiros que moram em Portugal e têm a intenção de levar a família para morar junto vão poder fazer isso sem ter que, antes, estar legalizado.

“A ideia é que a pessoa possa chamar a família e todos possam beneficiar do visto”, disse Ana Catarina Mendes.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Entre no nosso Grupo no WhatsApp

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o WhatsApp do Portal Dia a Dia Notícia e acompanhe o que está acontecendo no Amazonas e no mundo com apenas um clique