Search
booked.net

Servidor do TRT11 e ex-namorado da finalista do Miss Amazonas é o principal suspeito de crime

O Tribunal Regional do Trabalho da 11ª Região – Amazonas e Roraima (TRT11) informou, nesta terça-feira, dia 12, que está acompanhando atentamente os fatos atribuídos ao servidor do órgão Rafael Fernandez Rodrigues e noticiados pela imprensa, na manhã desta terça-feira, 12 de maio. Rafael , 31, ex-namorado de Kimberly Mota, está sendo procurado pela polícia como principal suspeito do crime.
O referido servidor ingressou no TRT11 em outubro de 2017, no cargo de Analista Judiciário da Área Judiciária. Na oportunidade, o TRT11 se solidariza com a família da jovem Kimberly Mota, por perda tão irreparável e que causa a todos nós dor e indignação.
O Tribunal informa, ainda, que acompanhará o desenrolar do caso para uma apuração célere e cuidadosa dos fatos.

Investigação

A técnica de enfermagem e finalista do concurso Miss Amazonas 2019, Kimberly Mota, foi encontrada morta na madrugada desta terça-feira, dia 12, em um apartamento localizado em um condomínio residencial na avenida Joaquim Nabuco, Centro de Manaus.

A delegada adjunta Zandra Ribeiro, da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), disse em coletiva de imprensa, na manhã desta terça-feira (12), que os responsáveis pelo prédio residencial onde a Miss Manicoré, Kimberly Karen Mota de Oliveira, foi assassinada, não colaboraram como se era de esperado e que Rafael Fernandes, ex-namorado da vítima é considerado foragido.

Os investigadores da DEHS estiveram na manhã desta terça, no prédio residencial, para coletar depoimentos e as imagens das câmeras de vigilância do local, além de verificar informações sobre possíveis paradeiros do suspeito.

Ainda segundo a delegada, Rafael Fernandes é advogado e natural de São Bernardo do Campo (SP) e estaria morando alugado no apartamento onde a miss foi encontrada morta. A motivação do crime teria sido o término do relacionamento, que durou apenas três meses. Kimberly foi quem teria tomado a atitude de por um fim na história do casal e Rafael não teria aceitado.

“Segundo testemunhas, ela pôs um fim do relacionamento há alguns dias, mesmo assim ele insistia em falar com a vítima e manter contato, alegando que queria ser um amigo. Acreditamos que eles acabaram se desentendendo e acabou resultando nessa tragédia”, afirmou.

 

Entre no nosso Grupo no WhatsApp

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o WhatsApp do Portal Dia a Dia Notícia e acompanhe o que está acontecendo no Amazonas e no mundo com apenas um clique

Você pode escolher qualquer um dos grupos, se um grupo tiver cheio, escolha outro grupo.