Manaus, quarta-feira 10 de agosto de 2022
EnglishPortugueseSpanish
EnglishPortugueseSpanish
booked.net
EnglishPortugueseSpanish

PF pede prisão preventiva de suspeitos de matar Dom e Bruno no Amazonas

EnglishPortugueseSpanish
Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

*Da Redação Dia a Dia Notícia 

Os três suspeitos presos pelas mortes do indigenista Bruno Pereira e do jornalista Dom Phillips devem ter a prisão temporária convertida em preventiva nos próximos dias. Amarildo Oliveira, o “Pelado”, Oseney dos Santos, o “Dos Santos” e Jefferson Lima, o “Pelado da Dinha”, foram presos em Atalaia do Norte, interior do Amazonas, e confessaram a participação no crime, apenas Dos Santos nega o envolvimento. O crime completou um mês na terça-feira (5).

Isso porque a Polícia Civil do Amazonas e a Polícia Federal já informaram que vão entrar com pedido de conversão junto à Justiça. A solicitação prevê mais 120 dias de prisão. Um pedido de prorrogação do inquérito policial também será apresentado.

O trio cumpre prisão temporária, que tem duração de 30 dias a partir do dia da prisão de cada um, em Atalaia do Norte. Pelado foi preso no dia 7 de junho, Oseney foi detido no dia 14 e o Pelado da Dinha foi preso no dia 18.

A princípio, a prisão é de 30 dias, mas com a conversão para preventiva, esse prazo quadruplica.

Motivação

Entre os principais questionamentos sobre as mortes de Bruno e Dom estão a eventual existência de um mandante e a motivação do crime. Uma das linhas de investigação é que é que o crime tenha relação com pesca ilegal de pirarucu em terras indígenas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on telegram

Entre no nosso Grupo no WhatsApp

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o WhatsApp do Portal Dia a Dia Notícia e acompanhe o que está acontecendo no Amazonas e no mundo com apenas um clique