booked.net

Passagens aéreas ficaram 56,8% mais caras nos últimos 12 meses

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

Quem decidiu viajar no feriado de 12 de outubro se chocou com o alto preço das passagens aéreas. Diante do aumento da população vacinada, a disparada da inflação pesou sobre o setor de aviação. No acumulado de 12 meses, os bilhetes subiram 56,81%.

O setor foi um dos que mais sofreu durante o auge da pandemia da Covid-19, no ano passado. As três maiores empresas aéreas do Brasil – Azul, Gol e Latam – chegaram a registrar as maiores reduções nos valores cobrados por passagens.

Em preços atualizados pela inflação até dezembro de 2020, a tarifa média foi de R$ 376,29. Na comparação com 2019, quando a tarifa média foi de R$ 439,89, houve uma queda de 14,5%. Agora, esse valor é de R$ 806.

Além da retomada econômica, outro fator que influencia na alta da tarifa é o preço dos combustíveis. O vilão da inflação impacta diretamente no setor aéreo, uma vez que o querosene é um dos principais custos para as companhias.

De acordo com um relatório da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), no segundo trimestre, o valor do litro do querosene de aviação ficou 91,7% superior ao verificado no mesmo período de 2020.

*Com informações do metrópoles 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

Siga-nos no Facebook

Publicidade

Últimas Notícias