booked.net

Negacionista da Covid-19 é preso suspeito de matar irmão por aplicar vacinas, nos EUA

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print
Foto: Divulgação/Gabinete do Xerife do Condado de Allegheny

Um homem identificado como Jeffey Burnham, 46 anos. foi indiciado pelo homicídio do irmão, um farmacêutico que aplicava doses de vacina contra Covid-19. A cunhada dele e uma idosa também foram mortas. O homem confessou o crime para o corpo de bombeiros segundo a polícia.

O crime aconteceu no estado de Maryland, nos Estados Unidos. Apesar da razão do crime ainda estar sendo investigada, testemunhas relataram que ele era contrário à imunização contra o novo coronavírus.

Os corpos do irmão Brian Robinette, de 58 anos, e da cunhada Kelly Sue Robinette, de 57 anos, foram achados em casa na última quinta-feira (30), em Ellicott City. A terceira vítima foi uma amiga da mãe do suspeito, identificada como Rebecca Reynolds, de 83 anos.

Segundo a investigação, Jeffey pegou o carro do irmão e parou na casa de alguém para pedir gasolina após os assassinatos. Segundo a testemunha, Jeffrey afirmou que ela o veria na TV e que seu irmão estava “matando pessoas com as aplicações de vacina contra covid”. A fala levantou suspeita e a polícia estadual foi acionada.

A principal linha de investigação da polícia é a de que o suspeito cometeu os assassinatos porque acreditava que o irmão ajudava o governo a “envenenar” as pessoas aplicando as vacinas.

*Com informação de Uol

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on linkedin
Share on pinterest
Share on telegram
Share on email
Share on print

Siga-nos no Facebook

Publicidade

Últimas Notícias