Search
booked.net

Manaus ocupa 2ª posição entre capitais que têm rios e lagos como esgoto sanitário, aponta Censo do IBGE

Foto: Nathalie Brasil

*Da Redação Dia a Dia Notícia

Dados do Censo 2022, divulgado na sexta-feira (23) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, apontam que Manaus ocupa a segunda posição entre as capitais brasileiras que têm rios e lagos como destino de esgoto sanitário. Com porcentagem de 7,45%, a capital amazonense fica atrás de Macapá que tem 10,28%.

De acordo com o levantamento, em relação ao esgotamento por municípios, Manaus possui 42,83% dos domicílios ocupados conectados à “rede geral ou pluvial”. Porém, 20% da população ainda utiliza “fossa séptica ou fossa filtro não ligada à rede”, 18,3% dependem de fossa rudimentar ou buraco, e 7,4% despejam esgoto diretamente em rios, lagos ou igarapés.

Em relação aos estados, o Amazonas também ocupada a segunda posição com mais esgotamento sanitário despejado em rios ou lagos. Do total de domicílios, cerca de 8,25% jogam dejetos sanitários de forma irregular. Na liderança, aparece o Amapá, com percentual de 9,47% das residências.

Ao levar em consideração o esgotamento por moradores, dos 3.929.369 habitantes em domicílios ocupados no Amazonas, 35,8% ainda utilizam fossas rudimentares ou buracos.

O esgotamento ligado à rede geral de esgoto, fossa séptica ou fossa filtro, são os sistemas de esgotamento considerados adequados pelo Plano Nacional de Saneamento Básico.

Entre no nosso Grupo no WhatsApp

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o WhatsApp do Portal Dia a Dia Notícia e acompanhe o que está acontecendo no Amazonas e no mundo com apenas um clique

Você pode escolher qualquer um dos grupos, se um grupo tiver cheio, escolha outro grupo.