Search
booked.net

Amazonas vai iniciar vacinação contra febre aftosa em oito municípios do Amazonas

Campanha ocorrerá em Barcelos, Carauari, Juruá, Novo Airão, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e Tapauá
A nova etapa da campanha “Amazonas sem Febre Aftosa” inicia, na próxima sexta-feira (01/05) e segue até o dia 30 de maio, em oito municípios do Estado.
 
A campanha coordenada pelo Governo do Amazonas, por meio da Agência de Defesa Agropecuária e Florestal do Estado do Amazonas (Adaf) faz parte das ações de defesa sanitária, promovendo a erradicação da doença, de acordo com as diretrizes do Programa Nacional de Erradicação e Prevenção da Febre Aftosa (Pnefa), do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).
 
Municípios
Nesta etapa da campanha, com a suspensão da vacina contra febre aftosa em 13 municípios das regiões do sul e sudoeste do Amazonas, apenas Barcelos, Carauari, Juruá, Novo Airão, Presidente Figueiredo, Santa Isabel do Rio Negro, São Gabriel da Cachoeira e parte de Tapauá realizarão a vacinação contra a febre aftosa em bovinos e bubalinos de todas as idades, envolvendo 442 propriedades rurais e 16.791 bovídeos.
Der acordo com a coordenadora do Pnefa e médica veterinária da Adaf, Joelma Silva, até no ano passado, no período do mês de maio, a campanha “Amazonas sem Febre Aftosa”, ocorria em 21 municípios. Ela explica o motivo da vacinação somente nesses oito municípios.
 
“O Amazonas está pleiteando juntamente com os estados do Acre e Rondônia, o status livre de febre aftosa sem vacinação em 13 municípios do Estado. Então nesta etapa, esses 13 municípios estarão com a vacinação suspensa. Portanto, estaremos realizando a campanha apenas nesses 8 municípios”, comentou Joelma.
 
Onde adquirir a dose da vacina
As doses da vacina podem ser adquiridas em casas agropecuárias credenciadas pela Adaf ou nos escritórios do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Amazonas (Idam). O preço é de R$ 1,90 a R$ 2,10 por dose (2 ml).
Cuidados
Os produtores rurais só deverão evitar aglomerações nas lojas agropecuárias e nos escritórios do Idam para adquirir a vacina e respeitar os protocolos sanitário em decorrência da pandemia.
A Adaf reforça, que o produtor rural é o responsável pela vacinação do seu rebanho, devendo adquirir a vacina, dentro do prazo da etapa, em uma revenda cadastrada pela Adaf e, até o dia 15 de junho deverá comparecer em uma das Unidades Locais de Sanidade Animal e Vegetal (Ulsavs), da agência, em seu município, para comprovar a vacina.
Atendimento
Devido às medidas de enfrentamento da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), a Adaf orienta aos produtores rurais que o atendimento na Agência deverá ser agendado previamente por meio do WhatsApp de cada Ulsav no interior.

Entre no nosso Grupo no WhatsApp

Antes de ir, que tal se atualizar com as notícias mais importantes do dia? Acesse o WhatsApp do Portal Dia a Dia Notícia e acompanhe o que está acontecendo no Amazonas e no mundo com apenas um clique

Você pode escolher qualquer um dos grupos, se um grupo tiver cheio, escolha outro grupo.